Como calcular o período fértil?

O período fértil é o único momento do ciclo menstrual que a mulher pode engravidar. Em alguns casos, o casal tem a impressão de que a gravidez aconteceu fora do período fértil, mas isso não ocorre. O espermatozoide pode sobreviver alguns dias dentro do sistema reprodutor feminino, portanto as relações sexuais realizadas alguns dias antes da ovulação podem ter como resultado uma gravidez.

Embora o ciclo menstrual possa sofrer variações, na maioria das mulheres ele tem duração de 28 dias e é dividido em três fases, importantes para o processo de gravidez. A ovulação é a fase em que ocorre o período fértil, também chamado de janela de fertilidade.

Com duração de cerca de 6 dias, um cálculo para identificar o início e o término desse período contribui para aumentar as chances de fecundação e, consequentemente, de uma gravidez bem-sucedida.

Entretanto, variações que podem ocorrer na menarca e na menopausa, algumas patologias e diferentes fatores ou hábitos de vida podem interferir nessa regularidade e, consequentemente, no cálculo do período fértil.

Este texto aborda as fases do ciclo menstrual, demonstra como calcular o período fértil nos ciclos regulares e irregulares, explicando, ao mesmo tempo, como a irregularidade pode interferir na fertilidade.

Quais são as fases do ciclo menstrual?

Cada uma das três fases do ciclo menstrual desempenham um papel importante para o sucesso da gravidez:

  1. Fase folicular: na fase folicular, ocorre o estímulo para o crescimento dos folículos, dos quais apenas um posteriormente irá liberar o óvulo;
  2. Fase ovulatória: é nessa fase que ocorre o período fértil, quando o óvulo é liberado do ovário para uma das tubas uterinas e pode ser fecundado;
  3. Fase lútea: o folículo que antes abrigava o óvulo se transforma em corpo-lúteo, cuja função principal é secretar a progesterona, hormônio que, com o estrogênio, cria condições favoráveis ao endométrio (receptividade endometrial) para a implantação do embrião.

Quando não ocorre a fecundação, o endométrio descama e causa o sangramento menstrual, iniciando um novo ciclo.

O que provoca os ciclos irregulares?

As irregularidades dos ciclos menstruais podem ser provocadas por diferentes fatores:

Mulheres em idade fértil também podem apresentar um ciclo menstrual com intervalos regulares normais diferentes de 28 dias, geralmente entre 25 e 35 dias.

Como os ciclos irregulares interferem na fertilidade?

Irregularidades menstruais do tipo amenorreia – ausência de fluxo menstrual – ou oligomenorreia – menstruação com frequência anormal – são sintomas que indicam que não há ovulação, uma condição conhecida como anovulação. A causa mais comum de infertilidade por anovulação, responsável por até 70% dos casos, é a SOP (síndrome dos ovários policísticos).

Para confirmar a ausência de ovulação e descartar outras condições, alguns exames são necessários: os laboratoriais medem os níveis hormonais e os de imagem examinam mais detalhadamente o útero e os ovários, como a ultrassonografia transvaginal.

Caso seja comprovada a infertilidade por anovulação, existem algumas condutas de tratamento, como a estimulação ovariana. Muitas mulheres ovulam e engravidam com esse tratamento.

Em mulheres portadoras de SOP, o índice de sucesso da estimulação é menor. Portanto, nesse caso, o tratamento mais indicado é a FIV (fertilização in vitro), que aumenta significativamente as chances de uma gravidez bem-sucedida.

Como calcular o período fértil nos ciclos regulares

Quando um ciclo menstrual é regular, de 28 dias, calcular o período fértil é bastante simples. Ele acontece no 14o dia, momento que o óvulo é liberado, considerando como início do ciclo menstrual o primeiro dia da menstruação. O óvulo sobrevive por cerca de 24h na tuba uterina.

Para calcular o período fértil com maior precisão, portanto, é importante sempre anotar o dia da menstruação. Em ciclos regulares, basta contar 14 dias a partir dessa data. Esse será o dia em que ocorrerá a ovulação.

Como identificar o período fértil em ciclos irregulares

Em ciclos irregulares, não há uma fórmula segura para determinar a ovulação. No entanto, é possível identificar alguns sinais do corpo que indicam o período fértil:

A intensificação da libido é um sinal claro de fertilidade e ocorre próximo à ovulação. O muco cervical é um líquido produzido pelo colo uterino que impede a entrada de bactérias, garantindo a saúde uterina. Esse líquido, no período fértil, se torna mais fluido para facilitar que o espermatozoide chegue ao útero e possa fecundar o óvulo em uma das tubas uterinas. Por isso, fica mais espesso e elástico a medida que a ovulação se aproxima. As dores podem ocorrer em virtude da ação hormonal intensa.

Apesar de serem recursos efetivos para aumentar as chances de gravidez, esses cálculos não devem ser utilizados para evitar a gravidez. Casais que não desejam uma gestação devem recorrer a métodos mais eficazes para evitá-la, entre eles o uso de preservativos, femininos ou masculinos, que contribuem, ao mesmo tempo, para evitar infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de