O que pode causar a infertilidade feminina?

O que pode causar a infertilidade feminina?

A infertilidade feminina preocupa muitas mulheres que desejam ter filhos. Apesar de sabermos que a infertilidade conjugal também pode ser causada por fatores masculinos, os fatores femininos ainda são comuns.

Mesmo uma mulher fértil não consegue gerar um filho a qualquer momento, já que existe uma janela de fertilidade que dura cerca de 1 dia no mês e é apenas neste momento em que é possível engravidar.

Além disso, a idade é um fator muito importante para a fertilidade feminina e existem diversas outras condições que podem tornar uma mulher infértil. Mas apesar das diversas causas, esta é uma condição geralmente reversível, ou seja, com o tratamento correto, a maioria das mulheres diagnosticadas com infertilidade ainda conseguem engravidar.

Para entender melhor o que pode causar a infertilidade feminina e quais são os tratamentos, leia as informações a seguir!

O que é infertilidade?

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a infertilidade é uma doença caracterizada pela impossibilidade de engravidar após 12 meses ou mais de tentativas sem o uso de nenhum método contraceptivo. A doença pode se dar por fatores femininos, masculinos ou ambos e as causas são diversas.

Quais são as causas da infertilidade feminina?

A infertilidade feminina pode ser causada por diversos fatores, como idade, alterações hormonais, doenças e outras condições.

Idade

A idade é um fator que exige muita atenção quando se fala sobre fertilidade feminina. Diferente dos homens, que nunca se tornam completamente inférteis em razão da idade, as mulheres começam a se preocupar com a infertilidade por volta dos 35 anos.

Isso acontece porque não existe produção de óvulos durante a vida da mulher. Ou seja, todas nascem com o número total de gametas que terão disponíveis em toda a sua vida. A cada ciclo menstrual, muitos óvulos são perdidos e, por isso, com o passar dos anos, a quantidade diminui. Além disso, há o fato de que os gametas envelhecem com a mulher e vão perdendo sua qualidade.

Perto dos 35 anos, a quantidade de óvulos já é mais baixa e é a partir dessa idade que as mulheres apresentam uma dificuldade um pouco maior para engravidar. Por volta dos 50 anos, acontece a menopausa, que é a última menstruação da vida. Após esse momento, a mulher se torna impossibilitada de gerar um filho de forma natural. Dos 35 anos aos 50, é possível engravidar, embora as chances sejam reduzidas.

Doenças

Existem várias doenças que podem causar infertilidade feminina. Uma das mais comuns é a endometriose, caracterizada pela presença do tecido endometrial — que reveste o interior do útero — fora da cavidade uterina. A síndrome dos ovários policísticos também é uma doença que comumente afeta a fertilidade feminina, assim como os miomas uterinos.

Outra doença preocupante é a falência ovariana prematura ou menopausa precoce, quando a mulher tem sua menopausa antes dos 40 anos. Ainda, alterações hormonais podem tornar uma mulher infértil, tendo ou não outras doenças como consequência.

Qualquer alteração no sistema reprodutivo feminino também pode causar infertilidade. Um problema muito comum é a obstrução das tubas uterinas, que pode ser causada pela endometriose ou outras doenças.

Quais são os tratamentos de infertilidade feminina?

Não existe um tratamento específico para a infertilidade feminina, já que isso vai variar de acordo com o que causou o problema, assim como a gravidade. Antes de definir o tratamento ideal, o médico precisa solicitar alguns exames para obter o diagnóstico correto. Primeiro é importante conversar, verificar o histórico do casal, possíveis doenças na família, possíveis sintomas de doenças, etc. Depois, podem ser pedidos exames como:

Após diagnosticar a infertilidade, sua causa e a gravidade, o médico pode indicar o tratamento correto. Quando a infertilidade é causada por alterações hormonais, é fundamental regular os níveis dos hormônios e muitas vezes isso é suficiente. Outros tratamentos hormonais podem ser indicados para tratar ou conter doenças, como a endometriose.

Algumas doenças precisam ser tratadas cirurgicamente, o que também pode ser o caso da endometriose em graus mais avançados. Outra indicação cirúrgica é para o caso de bloqueio nas tubas uterinas.

Ainda, mulheres inférteis podem utilizar os métodos de reprodução assistida para engravidar. Atualmente existem três técnicas: relação sexual programada, inseminação artificial e fertilização in vitro. Cada uma é indicada em algumas situações, além de terem diferentes graus de complexidade e taxas de sucesso.

Além disso, existem técnicas complementares que podem ajudar as mulheres inférteis, como a ovodoação para aquelas que não possuem mais óvulos saudáveis e vão realizar uma FIV, por exemplo.

A infertilidade feminina é uma doença preocupante, mas graças aos avanços da ciência e da tecnologia é possível reverter essa situação. Ao suspeitar da doença, é fundamental procurar um médico para que o caso seja diagnosticado e o tratamento adequado seja indicado.

Se estiver buscando informações mais detalhadas sobre a doença, leia aqui no site o conteúdo sobre infertilidade feminina.

Compartilhe:

Deixe seu comentário:
Se inscrever
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments