Varicocele: qual o melhor tratamento?

Varicocele: qual o melhor tratamento?

Os testículos são as glândulas sexuais masculinas, responsáveis pela produção dos espermatozoides e da testosterona. Após produzidos, os espermatozoides passam pelo cordão espermático (ou funículo espermático) para chegar ao epidídimo, onde ficam armazenados.

Este cordão é o responsável pela sustentação dos testículos e tem extrema importância para a fertilidade masculina. Alterações em sua estrutura podem resultar em problemas de infertilidade.

A varicocele é um problema que pode acontecer no cordão espermático e é uma das causas mais comuns da infertilidade masculina. Para entender quais são as características dessa doença, leia as informações a seguir:

O que é varicocele?

Varicocele é uma doença que se caracteriza pela dilatação excessiva das veias do cordão espermático. De uma forma popular, pode-se dizer que a doença é resultado da formação de varizes nessa região. Esta é uma das principais causas da infertilidade masculina e, apesar de ser mais comum na adolescência, pode atingir homens de todas as idades.

O cordão espermático é o responsável por transportar o sangue para os testículos e, quando, por algum motivo, o sangue não consegue fluir normalmente, as veias se dilatam e o resultado é a varicocele.

Quando isso acontece, a temperatura testicular — que geralmente é mais baixa que a dor corpo em geral — aumenta e isso influencia negativamente na produção e na qualidade dos espermatozoides.

Com uma quantidade menor de espermatozoides, e ainda com a baixa qualidade deles, o homem pode encontrar dificuldade na concepção.

A varicocele é uma doença que nem sempre apresenta sintomas. Porém, ela pode causar dores e alterações no volume dos testículos.

Graus de gravidade da varicocele

A varicocele é classificada de acordo com os graus de gravidade, que se dividem em três. Identificar o grau da doença é importante para identificar a necessidade e o melhor tratamento.

O grau I é caracterizado por pequenas varizes, que são palpáveis apenas por meio da manobra de Valsalva. Para realizar essa manobra, o médico pede para que o paciente tampe sua boca e seu nariz e force a expiração. Se isso provocar o aumento do volume das veias por um momento, o indivíduo é identificado com a doença.

Quando as varizes têm um tamanho mediano, a varicocele é classificada como grau II. Nesse caso, é possível palpar as veias dilatadas facilmente sem a necessidade da manobra de Valsalva.

Por fim, a varicocele de grau III ocorre quando as veias são grandes e podem ser identificadas visualmente, muitas vezes sem a necessidade de palpação.

Quais são os tratamentos para varicocele?

Existem dois diferentes tratamentos para a varicocele: embolização e cirurgia. A cirurgia se divide em duas possibilidades: laparoscopia ou cirurgia aberta. Todas as opções têm como objetivo interromper o fluxo sanguíneo na veia dilatada, impedindo que ele chegue até as varizes.

Vamos abordar as principais características de cada opção, mas antes é preciso esclarecer que em alguns casos não há a necessidade de tratar a varicocele.

Quais casos são esses? Entre outros casos, quando, apesar da doença, o homem se mantém fértil ou não tem a intenção de ter um filho biológico, o médico pode descartar a necessidade de tratamento — desde que a doença seja identificada no grau I. Se a varicocele for palpável ao exame físico ou visualmente, é muito importante realizar o tratamento.

Embolização

A embolização é feita por meio de uma incisão na virilha de aproximadamente 2 mm, por onde será inserido um cateter com substâncias embolizantes, ou seja, que ocluem a passagem sanguínea. Dessa forma, o sangue é impedido de passar pelas veias afetadas e não chega até as varizes.

É um procedimento minimamente invasivo, que necessita apenas de anestesia local e com tempo de recuperação curto — cerca de 24 horas.

Cirurgia

A cirurgia é outra possibilidade para tratar a varicocele. A laparoscopia é a principal opção e hoje oferece as melhores possibilidades de tratamento.

O método mais indicado é a microcirurgia subinguinal assistida por microscópio. Considerada uma microcirurgia, essa é a opção de tratamento mais eficaz e com menores riscos pós-cirúrgicos.

O tratamento mais indicado para cada caso é identificado pelo médico após exames e um diagnóstico completo.

Após a realização da embolização ou da cirurgia, as chances de aumento na produção, qualidade e motilidade dos espermatozoides são altas. Dessa forma, o homem recupera sua fertilidade e a possibilidade de alcançar uma gravidez de forma natural.

A varicocele é uma doença pouco complexa, mas com características bem específicas. Se você acredita que você ou seu companheiro esteja passando por este problema, procure um médico especialista para que seja possível diagnosticar e encontrar a melhor opção de tratamento.

Se quiser entender um pouco mais sobre a doença e sua relação com a infertilidade masculina, leia a página sobre varicocele aqui no site e encontre mais informações sobre a causa, os tratamentos, sintomas e seu diagnóstico.

Compartilhe:

Deixe seu comentário:
Se inscrever
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments